PUBLICIDADE

Em Maracaju, primeira criança do Programa Bem Nascer MS nasceu nesta segunda-feira (02)


PUBLICIDADE
  • mell280

03/05/2022 09h19

Em Maracaju, primeira criança do Programa Bem Nascer MS nasceu nesta segunda-feira (02)

Assessoria


 Programa do Governo do Estado e que a Prefeitura de Maracaju aderiu visa apoiar a assistência quanto a qualidade de serviços de saúde, evitando a mortalidade infantil e materno no estado.

 
A Prefeitura de Maracaju através da Secretaria Municipal de Saúde, informa que nasceu a primeira criança assistida pelo Programa Bem Nascer, fruto de uma sólida parceria do Governo do Estado e a Prefeitura Municipal, visando aumentar a assistência em saúde e evitar mortalidade ligada a gestação.
 
Trata-se de Isaías Morenigo Guedes, filho de Andreia Ferreira Morenigo e Ivan Machado Guedes, sendo que todo o acompanhamento da gestação foi feito no CEM – Centro de Especialidades Médicas.
 Foto Noticia Principal Grande
Queremos agradecer ao Governo do Estado pela criação deste importante programa e a Prefeitura de Maracaju que aderiu a este projeto que tem como foco preservar vidas, tanto da mãe, quanto do bebê. No período de puerpério, a mãe receberá todo o atendimento necessário na Unidade de Saúde com acompanhamento da equipe de saúde, sendo orientada sobre aleitamento materno exclusivo, cuidados ao seu bebê. E o recém-nascido também tem atendimento médico pediatra e equipe de saúde, aonde serão realizados alguns exames primordiais no início da vida como teste da orelhinha, coraçãozinho, pezinho, e é claro todas vacinas conforme calendário vacinal do ministério da saúde.” Explicou Thiago Olegário Caminha, Secretário Municipal de Saúde.
 
Todas as etapas tiveram o acompanhamento, desde o Pré-Natal com o Médico Dr. Gabriel Marcondes (Especialista em Ginecologia e Obstetrícia), e com o Reginaldo Dias (Enfermeiro - Especialista em Ginecologia e Obstetrícia).
 
A paciente realizou todos os exames de imagem (Ultrassonografia) além de outros exames complementares, sendo estes ofertados gratuitamente pelo município.
 
Segundo o enfermeiro Reginaldo Dias, que atuou no caso, o pai Ivan teve participação fundamental durante toda a gestação, participando juntamente com a mãe nas consultas médicas, e nas consultas com o enfermeiro.
 
Esteve presente durante os exames de Ultrassonografia, que é quando os pais tem as primeiras imagens do bebê, momento de extrema importância na vida deles. O mesmo também esteve presente na sala de cirurgia podendo ver o nascimento do seu filho, estando sempre ao lado da sua esposa.” Finalizou Reginaldo.
 
Sobre o Bem Nascer MS
 
O Projeto ‘Bem Nascer MS’ vem apoiar a assistência quanto a qualidade dos serviços de saúde que por muitas vezes, não tem tido potência suficiente para evitar mortes evitáveis tanto materna quanto infantil em Mato Grosso do Sul. Por isso, o projeto será a pedra fundamental para a estruturação dos serviços de saúde, qualificação de profissionais, além do aperfeiçoamento e atualização de toda a rede materno-infantil do Estado.
 
Para isso, o ‘Bem Nascer MS’ conta uma plataforma digital que reúne diversas informações que vai de encontro com os eixos prioritários do projeto: educação permanente; linhas de cuidado materno-infantil; painel de monitoramento e avaliação; planejamento reprodutivo; sífilis congênita; prevenção à mortalidade materno e infantil; produção científica; financiamento e governança. Lá, há materiais gráficos digitais que falam sobre o ‘Planejamento Reprodutivo e métodos contraceptivos’, ‘Amamentação’, ‘Pré-Natal’, ‘Direitos da Mulher’, livros, painéis sobre a mortalidade materna e infantil, investimentos e espaço da madrinha.
 
Além da Atenção Primária, o ‘Bem Nascer MS’, quer oferecer melhorias no atendimento especializado como no suporte avançado em Obstetrícia; suporte avançado em Pediatria; qualificação do transporte Sanitário; além de lives e webs conferências periódicas. Há ainda a realização do monitoramento e avaliação por meio da Integração com a Vigilância Epidemiológica e o monitoramento e avaliação de indicadores, bem como a contratualização e sistema de avaliação de indicadores.
 
Autor:Tiago S. Rodrigues DRT 1785/MS - Assessor de Comunicação Responsável
GOSTEI
NÃO GOSTEI





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE