PUBLICIDADE

Sem acordo, bancários dão largada à greve em Campo Grande


PUBLICIDADE

27/09/2011 09h19

Sem acordo, bancários dão largada à greve em Campo Grande

Aline dos Santos


Agência do Banco do Brasil em Maracaju

 Os bancários deram largada à greve nesta terça-feira em Campo Grande. As agências amanheceram com cartazes informando sobre a paralisação. Ontem, sem avanço nas negociações, a categoria já havia anunciado que cruzaria os braços.

A paralisação coincide com o período de maior procura aos bancos, com pagamento do benefício dos aposentados e às vésperas de servidores públicos receberem.

Os bancários reivindicam 12,8% de reajuste salarial, o que cobre a inflação e daria 5% de aumento real, enquanto a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) ofereceu um máximo de 8% de aumento.

Ontem, o Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região rejeitou, por unanimidade, a proposta dos banqueiros.

Segundo o sindicato, na Capital, deverão ser fechadas, inicialmente, 20% das agências bancárias, em especial as localizadas no centro da cidade. Também em Dourados e Região, o sindicato aprovou a paralisação última quinta-feira.

A greve dos bancários no ano passado foi a maior dos últimos 20 anos, com a maioria das agências paradas em todo o país. Em Dourados, por exemplo, nenhuma agência abriu durante todo o período da greve.

 

Maracaju

 

Na cidade de Maracaju 160 quilometros de Campo Grande na última semana bancarios do sindicato de Dourados ensaiaram um pequeno movimento. Logo em seguida as faixas e cartazes foram retirados das agencias bancarias da cidade. Nesta terça feira o sindicato deve retornar para reforçar o movimento de greve na região.

 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE